quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Palavra de Vida - Culto do dia 22 de Janeiro de 2014.

       TATTOO (TATUAGEM)        
CERTO OU ERRADO?
  • INTRODUÇÃO:
Quando lemos I Pe. 1, e realmente praticamos o texto, passamos a ver as coisas deste mundo com uma ótica diferente.os versos 18, e 19, tem pontos importantes em nossas vidas no que se refere a vivencia do nosso dia a dia, “ Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver, transmitida por seus antepassados. Mas pelo precioso sangue de Cristo, como um cordeiro sem mancha e sem defeito”. 

A Bíblia tem resposta para tudo basta apenas nos desarmarmos das práticas ensinadas neste mundo Cl 2.20 – 23.

  • PECADO E LICITUDE?
Nem todo erro é pecado, mas pode ser a porta para praticá-lo Gn. 4.7, o que esquecemos quando falamos de erros, é que existem situações em que a licitude, me deixa pensar se devo ou não fazer algo, ou seja, convêm?
Pecado é tudo aquilo que vai contra os mandamentos, bem como proibições bíblicas, Gl. 5.19-21, Ap. 22.15.

Licitude da conveniência (que não convém) são os apegos com as coisas deste mundo, que satisfazem nossos desejos, mas que em pouco tempo se tornará a porta do pecado em nossas vidas. Gl. 5.17.

A prática da conveniência e da licitude em I Co. 6.12, deixa claro que o risco de fazermos algo usando este princípio pode nos deixar escravo de nós mesmos; em outras palavras, somos tendenciosos a carne, sendo assim não devemos praticar frutos da licitude que não convém, pois certamente com o tempo será sutilmente modificado por satanás e se tornará algo pecaminoso. O que de fato precisamos fazer é esquecer os prazeres, hábitos e costumes deste mundo, em sua totalidade, e passarmos a viver Cristo em todo nosso tempo. Cl. 3. 1-3,17.

  • A ORIGEM DO TATTOO (TATUAGEM):
Existem muitas provas arqueológicas que afirmam que tatuagens foram feitas no Egito entre 4000 e 2000 a.C. e também por nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia e Nova Zelândia, tatuavam-se em rituais ligados a religião,ou seja, a prática original da tatuagem foi estabelecida nos espíritos e deuses das religiões milenares existentes. O fundamento, origem, propósito e significado das tatuagens encontram-se no demonismo pagão, xamanismo, adoração de baal e misticismo ocultista. 

A própria bíblia adverte o povo de Israel que estava perdendo os preceitos da santidade de vários modos, inclusive na prática das outras religiões em escrever os nomes de mortos em seus corpos. Lv. 19.28.

Na história das tatuagens conta-se que entre 509 a.C e 27 d.C, os imperadores romanos determinarão que escravos e prisioneiros deveriam ser tatuados, ou marcados.
A palavra TATTOO, vem de uma transliteração de origem desconhecida, encontrada em uma expedição por James Cook na Polinésia em 1769, que se refere aos sons dos ossos finos quando batiam entre si, esses ossos eram usados para fazer as tatuagens.

Alguns Cristãos defendem ser lícito e conveniente o uso da tatuagem, usando Gn. 4.14,15, como um tipo de proteção de Deus a “Caim” por ter matado seu irmão. O fato se torna uma heresia, pois o contido no texto tem todos os pontos de ser um castigo, e representa uma forma de maldição imposta por Deus, ficando bem longe de ser uma benção de Deus.

Outra coisa que encontramos como simbologia na história da origem da tattoo, é algo oculto que existe na impressão corporal, diz que um pacto de sangue se faz quando o desenho entra em contato com o corpo do homem produzindo assim um tipo de aliança eterna. A história inicial do processo de tatuar um corpo envolvia rituais complexos e tabus, só poderia ser feito por sacerdotes, que estavam associados a crenças que eram conhecidas apenas pelos membros da casta sacerdotal com rituais antigos de escarificação e sangria que estavam associadas com práticas religiosas destinadas a colocar a alma humana em harmonia com forças sobrenaturais, e garantir a continuidade entre esta vida e a próxima. Pois toda marca se torna eterna no corpo, e aquele que a imprime em seu corpo carrega uma marca eterna. Nos dias atuais para retirar uma tattoo, o indivíduo passa por várias seções dermatológicas e cirúrgicas, e nem assim fica como antes. O fato é que o único pacto de sangue que podemos fazer é o ato da santa ceia do Senhor. I Co. 10.21 - 11.25.

  • ALGUNS SIGNIFICADOS DE IMAGENS MAIS USADOS:
ASAS: LIGADO A ANJOS E O PODER DE CHEGAR AO CÉU.
FOGO: DIVINDADES E SEUS PODERES;
CHIFRES: PODER E AUTORIDADE. DIVINDADES NÓRDICAS;
CAVEIRA: A MORTE COMO UM DEUS, INTIMIDADE COM A MORTE;
LUA: A DIVINDADE DO OCULTO EM MUITAS RELIGIÕES;
FLORES: OFERENDAS A DEUSES;
SERPENTES: LÚCIFER O OPOSITOR.

Algumas figuras estimulam ações nas pessoas, seu inconsciente gera desde a simples ação de superioridade, agressividade, crenças divinas, ou até aos desejos sombrios de morte, suicídio e outros. “A tatuagem já ocupou o lugar do submundo, sendo também por muitos séculos relacionados a pessoas de índole duvidosa”. (Ronald scutt, The Mystery of tattooing).

O encanto do desenho da tatuagem é produzido por um desejo inconsciente na mente de quem o escolhe, em outras palavras não é o cliente que escolhe o desenho, mas o desenho que o atrai a ser tatuado. (Jairo Cavalcante, Tattoo Será que você sabe realmente o que é?).

  • O TEMPLO DO ESPÍRITO:
Nosso corpo é o templo do Espírito Santo, e é dever nosso zelar e cuidar dele como bons mordomos de Cristo I Co. 6.19,20, pois o nosso corpo não nos pertence, mas sim pertence ao Senhor. Acredito que não somos masoquistas ao ponto de gostarmos de sentir dor, pois é o que se sente ao imprimir um tattoo em nosso corpo Ef. 5.29, mas buscamos o cuidado e o zelo por nosso corpo.
Afinal Deus nos fez de forma impar, ou seja, não existe ninguém que seja igual a outro. Parecidos? Sim... Pois somos imagem de Deus Gn. 1.26,27, Feitos em menor estatura que os anjos, mas coroados de honra e glória Sl. 8.4,5. Temos que aceitar o que somos e como somos, sermos gratos a Deus pelo que ele fez. Sl. 139.14.

  • CONCLUSÃO:
Se olharmos apenas para o pecado, veremos que fazer uma tattoo não é pecado, mas se atentarmos para a origem da tattoo, sabiamente entenderemos que para um cristão, seria algo errado dentro dos princípios bíblicos e morais. Em outras palavras... Não convém.
Entendendo que o diabo tem mascarado esta prática nos últimos anos, para atrair o povo de Deus, mas temos que entender o que realmente é lícito (não condenável pela bíblia), e o que não convém, dentro dos preceitos morais bíblicos e da sociedade ao olhar cristão. Pois em Gl. 6.17, nos ensina sermos imitadores de Cristo, e as únicas marcas (morais) que devemos carregar são as de Jesus... Amor, humildade e paz.

Conhecer a origem e a profundidade de tudo que praticamos, usamos ou vivemos neste mundo, com um olhar Cristão, teológico e cultural é fundamental para o verdadeiro cristão que deseja viver no processo de santificação. Ap. 22.11.

Outra coisa que devemos aprender é que em I Co. 14.26, nos ensina que devemos nos importar com aquilo que edifica, ou seja, tudo o que se faz deve ser para um propósito de edificação, que possa levar crescimento a um indivíduo, a uma família ou dos membros de uma igreja. Aquilo que não edifica, não serve.

Entenda... Aquilo que não é pecado, mesmo lícito, pode não ser conveniente, e uma vez não conveniente certamente não vai gerar edificação. Sendo assim se torna uma porta aberta para o diabo, iniciar o processo do pecado.


Fiquemos firmes, pois neste mundo somos apenas forasteiros e peregrinos, nada levamos nada nos atrai nada nos seduz... Hb. 11.13-16.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...