quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Ministração do dia 09 de Fevereiro 2011.


ÉTICA E VIDA CRISTÃ
TEXTO DE REFERÊNCIA: 1°Co.13.1-7.
Introdução:
Ética- estudo dos juízos de apreciação referente à conduta humana suscetível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal,seja relativamente a determinada sociedade,seja de modo absoluto. 1° Co.10.32,Mt.5.27-30.
Vida Cristã- abandono definitivo das práticas de um caráter imoral, outrora adquirido com a vivência mundana, buscando assim uma prática irrepreensível e justa das condutas rotineiras nos parâmetros interiores e exteriores do ambiente cristão.
           Entendendo assim os pontos anteriores e suas particularidades, passaremos a explorar esta necessidade diária de forma pessoal e em grupo na igreja. Pois da mesma forma, que a palavra nos orienta como seguirmos, ela também nos adverte aos perigos em que um falso zelo e de alguns descuidos pessoais podem causar em nossas igrejas. Vejamos pontos que devem ser abandonados por nós para uma prática melhor da ética na vida cristã.

  • Julgar. Significa decidir como juiz ou árbitro, sentenciar, avaliar.
A bíblia nos ensina sobre esta prática pecaminosa na igreja. Vejamos:
A reciprocidade sobre nós. Mt.7.1,
Nem Deus ainda exerce o papel de juiz. Jo.5.22,
Ensina-nos a termos uma postura. Rm. 14.13-18,
Deus fará o correto em seu tempo. 1°Co.4.3-5
Somente Deus fará julgamento de valores. Tg.4.11-12.
O zelo deve ter princípios. Jo.2.1, mesmo o zelo na obra tem que ser cuidadoso e sem julgamento, mas comprovado. 1°Tm.5.19.
  • Sensualidade. O vestir de um homem e de uma mulher, deve ser discreto e simples, ou se torna imundo aos olhos de Deus. Pv.11.22. Devemos ter uma combinação de decência, modéstia e com muita discrição. 1° Tm.2.9. A sensualidade não edifica, sei que isto é obvio, mas mesmo assim há quem não perceba isto fazendo da igreja uma passarela de roupas sensuais de forma competitiva. É necessário existir pudor e o abandono da exposição do corpo que até em alguns casos se torna um culto a ele. Precisamos entender que manter uma discrição com as vestimentas, impede a alimentação do desejo das mentes carnais; agindo assim seremos espirituais e não mais prestadores de serviço ao diabo. Deixaremos de ser com isto pedra de tropeço para os carnais.
  • Partidarismo. Causas de contendas e facções são obras do inimigo para debilitar a obra de Deus e enfraquecer a igreja do Senhor. 1°Co.1.10-11.Não podemos pender para um lado e nem para o outro, temos que permanecer no alvo que é Cristo.O partidarismo precisa ser anulado em nossas vidas e o amor o tema principal. Sl.133.1
Conclusão:
            Temos um grande desafio a seguir, que é deixar o lugar de falsos moralistas e apontadores de erros para uma posição de auxiliadores a nos preocupar por qual circunstancias levou o nosso próximo a cair. 1°Co.10.12,passando assim a entende-lo, e ama-lo faremos o correto aos olhos de Deus. Lembremos sempre que em Jo.8.4-11, o próprio Jesus não a condenou, quem somos nós para condenar?Rótulos nos enrijecem, religiões moralistas nos escarnecem Rm.7.6. Temos um modelo ético a seguir, cujas leis são perfeitas, pois afirmam princípios de vida e de uma relação transversal pautada no amor. O modelo perfeito tem nome é JESUS CRISTO.
      

“Temos que buscar a mente de Cristo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...