quarta-feira, 30 de março de 2011

PALAVRA PASTORAL DE 30 DE MARÇO DE 2011.



Vale de ossos secos

TEXTO DE REFERÊNCIA: Ez. 37 1-14.

Introdução:
         Em sua segunda divisão de conteúdo, agora vivendo os dez primeiros anos no exílio e com Jerusalém destruída, o profeta Ezequiel relata em seu livro visões que fazem alusão à restauração de Israel. Com cenas de natureza metafóricas, uma visão que simbolizava a restauração espiritual e política da nação; desde que os mesmos se submetessem completamente aos propósitos de Deus.
         O texto vem para cumprir o que se prediz em Ez. 33.10, dando ênfase aos relatos dos capítulos subsequentes, que era do surgimento de um novo líder Ez. 34, de novas oportunidades Ez. 35, e da renovação das esperanças para um crescimento e prosperidades. Ez. 36.
          Embora com um contexto metafórico, mas agora com interpretação Soteriológica este capítulo pode ser aplicado em nossos dias, não mais com uma visão para o povo de Israel, mas para a Igreja atual 1°Pe. 2.9, que embora livre sem viver exilada, vive uma situação de morte espiritual conforme os ossos secos representados no texto.
  1. O vale. Local normalmente isolado cercado por montanhas, com amplas planícies, com desfiladeiros estreitos. Um local que em Ezequiel 37, significava morte aos olhos carnais, para os espirituais, simboliza vida e experiências; precisamos ser levado ao vale para ouvir Deus falar conosco. v. 1
  2. Ossos Secos. Representam nos dias de hoje homens e mulheres que se tornaram infrutíferos como uma árvore seca e velha, aguardando seus últimos suspiros, precisando então de um renovo em suas juntas e medulas, para se colocar de pé, e fazer a diferença como soldado de Cristo em seu exército. v.2
  3. Soberania de Deus. Uma resposta sábia de Ezequiel, fez com que o poder de Deus opera-se, ele não duvidou, não foi pessimista (os corpos estavam com seus membros espalhados no vale), e reconheceu que ele mesmo sendo um profeta não podia realizar tal proeza. Reconhecer que somente Deus pode realizar o feito, é a resposta certa, pois ele é soberano. v.3,4.
Conclusão:
         Crer é o segredo, e a chave deste texto. Um novo renascimento espiritual é o que precisamos nos últimos dias. Assim como Deus ajuntou ossos, tendões, peles e todos os órgãos individuais naquele vale, é o que Ele quer fazer conosco nestes dias. Não com peças ou pedaços de outros, mas como um vaso quebrado na mão do oleiro, nos moldar novamente. Precisamos voltar a ser aquilo para o qual Ele nos criou, e recomeçar onde um dia paramos. Vivendo assim uma nova realidade de vida e recebendo sobre nós o sopro do seu Espírito, que nos da uma vida em abundância. v.13,14.          
“Deus faz visível o invisível e torna possível o impossível.”

6 comentários:

  1. Belo post continue assim,impacte vidads com a palavra do Deus todo poderoso, faça uma visita ao meu blog.Paz do senhor, boa noite... Tony

    ResponderExcluir
  2. Realmente so Deus torna possivel o impossivel que Deus continue abençoando voces voces são uma familia linda . fiquem na paz de cristo pois ele jamais mudou e jamais mudara . abraços Magda

    ResponderExcluir
  3. Parabens! Deus abencoe vcs grandemente!

    Lidia

    ResponderExcluir
  4. QUE DEUS TE ABENÇOE MAIS E MAIS MEU IRMÃO. CADA DIA VEJO DEUS EM VC E POR VC. ELE Ñ T DEIXARÁ JAMAIS POIS GRANDES COISAS IRÁ FAZER POR VC E ATRAVÉS DE VC COMO ESSA PALAVRA MARAVILHOSA E IMPACTANTE. PRESBÍTERO NALDO E FAMILIA.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas. João 10:14,15

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Arley como Você esta? legal a foto com o Lucky.Deus te abençoe. Tony

    ResponderExcluir

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...