quarta-feira, 27 de abril de 2011

PALAVRA PASTORAL DE 27 DE ABRIL DE 2011.


 ALEGRIA NO SENHOR
TEXTO DE REFERÊNCIA: Fp. 4.1-9.
Introdução:
             Em uma vivencia pessoal, em grupo ou familiar, homens e mulheres passam às vezes por vários estágios contrários a normalidade desta vida, se embaraçando com os problemas que ela nos impõe. Ficando então fatídicos a viver conforme as situações impostas momentâneas, se esquecendo das diversas exortações bíblicas que forjam em nós, um caráter em não permanecermos frios, perdendo então o prazer do regozijo cotidiano. Devemos ser o povo mais feliz desta terra 1° Re. 1.40, que passe a contagiar e a influenciar o meio no qual vivemos.
              Quando entendemos isto passamos a praticar e exercer pontos importantes no Reino de Deus, que trás sobre nós reflexos de júbilo e regozijo. Vejamos a seguir duas qualidades que nós trás uma felicidade espiritual com conseguências material.
  • A LEI DA SEMEADURA. É algo primordial e necessário para um servo fiel. Pois se não somos semeadores, não seremos colhedores e nem mesmo influenciadores neste mundo. Muitos não semeam mais porque ficam a observar e valorizar as tempestades e vendavais que às vezes passam em nossas vidas, Ec. 11.4, se esquecendo que colheremos segundo as nossas sementes lançadas, Gl. 6.7, seja em tempo de paz ou de guerra, a alegria deve está estampada em nosso rosto. Sl. 126.6.
  • A VIRTUDE DO ESPERAR. Como esperar o que não se vê? Rm. 8,24-26 esta é a lição mais importante em um cristão. O mundo nos induz ao imediatismo nos deixando sem a virtude da paciência necessária para alcançarmos as bênçãos de Deus em nossas vidas. Esta virtude nos ensina a suportar males com resignação, pois devemos sempre esperar com paciência. 2° Tm. 2.24.

Conclusão: A nossa maior alegria é a garantia da salvação, Sl. 32.11, nós somos justificados e perdoados pelo Senhor, através do nosso arrependimento genuíno. A alegria começa então com esta garantia de saber que Deus nos dá esta graça de forma irrevogável, se assim permanecermos fiéis. Se deixarmos ele nos gerenciar por completo certamente alcançaremos infinitamente mais. Sl. 37.4-5, pois o prazer em regozijar e de jubilar deve esta ligada a vida do povo de Deus. Pois ele é e sempre será a fonte e motivo da nossa alegria.

“A ALEGRIA DO SENHOR, É A NOSSA FORÇA.”

2 comentários:

  1. Que Deus continue abençoando o nosso pastor-presidente sua família e todo ministério.
    Que a congregação 13/15 continue crescendo cada vez mais.
    Um forte abraço querido

    ResponderExcluir
  2. MEU PASTOR E UMA BENÇÃO NAS NOSSAS VIDAS.

    ResponderExcluir

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...