quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Palavra Pastoral do dia 08 de Fevereiro de 2012


DESCOBRINDO O  PROPÓSITO.
TEXTO DE REFERÊNCIA: 1° Co 2.
Introdução: Deus tem eventos e situações preparados para aquele que o ama, às vezes parecemos entender o que está a acontecer conosco, muitos momentos passamos a enxergar com os olhos naturais, esquecendo que os nossos desígnios ou propósitos, só são discernidos com a sabedoria do Espírito Santo, pois é com a mente de Cristo que passamos a viver e entender o melhor nesta terra.
  • NOS DONS E SUAS HABILIDADES. O Espírito Santo é o único responsável pelo crédito em que ele nos capacitou, somos apenas mordomos daquilo que ele nos deu; e devemos sempre entender que sempre estes dons serão diferentes daqueles que estão em nossa volta. Rm. 12.6, Mas cada um com uma habilidade e motivo pertinente de importância espiritual necessária para aquele momento Hb. 2.4.
  • CAPACITADO POR DEUS A ESTA GERAÇÃO. Vivemos a última geração, uma geração que embora corrompida, também é cheia de promessas. Deus te escolheu para que você possa ser a diferença deste tempo. Jr.1.7. Foi ele e não nós que planejamos esta onde estamos, mas ele já tinha nosso trilhar planejado em sua mente. Jr.1.10.
  • DEUS TEM UM PLANO. Deus é um exímio estrategista, em seu projeto designado para nós, ele requer para o nosso êxito espiritual apenas que sejamos obedientes. Is 1.19-20. Pois ele não invade os corações, e quando passamos a entendê-lo, tomamos a decisão pessoal, em cooperar com o Senhor. Dt. 28.1. Sendo assim um cooperador, e agindo em obediência, temos a promessa de benção ao término do ciclo de fé proposto para o nosso desígnio. Dt. 28.2-3. Cumprindo assim a vida, segundo  nossas escolhas. Dt. 30.19.
  • É ELE QUEM DECIDE, E NÓS ACEITAMOS. Deus decide o que ele quer que façamos, e nós decidimos se queremos através de nossa obediência aceita-las. Pois ele devido a sua onisciência tem tudo de forma predestinada para nós. Predestinação é a intenção de Deus para conosco, e não a sua decisão. 2° Pe 3.9. Entendamos que Deus não quer que pereçamos, mas mesmo assim varias pessoas perecem todos os dias. Então mesmo estando predestinado (intenção de Deus) a ser salvo, precisamos ter a decisão de cooperar, aceitando-o como gerenciador de nossas vidas. Mt.23.37-38.
Conclusão: Pense por um momento... O criador decide, e a criação descobre, ou seja, o criador decide o que Ele intencionou para você, seja em dons, habilidades, na capacitação, nos planos, enfim em tudo ele decide por nós, e nós a criação meramente decidimos o grau de obediência que teremos com Ele. Somos um produto de Deus, sendo assim necessário o nosso contato com Ele, para assim descobrirmos qual é o nosso propósito traçado por ele desde o nosso nascimento.
“SEU DESIGNIO NÃO É SUA DECISÃO, MAS SUA DESCOBERTA. Mike murdock.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...