quarta-feira, 28 de março de 2012

Palavra Patoral de 28 de Março de 2012.


RENOVAÇÃO DE GERAÇÕES
TEXTO DE REFERÊNCIA: 1°Rs.12. 4-10.
Introdução:
A igreja sofre cotidianamente uma metamorfose interna de renovação que chamaremos de renovação de gerações, uma geração vai e outra vem. Pv. 17.6. Podemos dizer que geração é um conjunto de indivíduos nascidos em uma mesma época, a bíblia gerência uma geração a cada 40 (quarenta) anos, a verdade é que uma geração não pode desprezar a outra, visto que o propósito de Deus é que ambas se honrem mutuamente, apesar de que jovens e os mais experimentados na obra possam ter opiniões, prioridades e estilos de vida diferentes, temos que nos manter no foco que é Cristo, e entender que esta mudança é impossível ser evitada, mas sim necessária, e assim criarmos uma atmosfera de respeito, honra e paz ao passar os anos.
  • Tipos de Gerações.
Antigas: Em Lv. 19.32, a Bíblia nos ensina a honrar esta geração que por décadas plantou sementes incomparáveis em seu tempo de plantação. Sempre teremos grupos que plantam e outros que colhem, e assim como o plantar é importante o colher também. Não se impõem o respeito, mas se adquire com os exemplos de sabedoria, uma geração colhe o que a outra plantou.
Atual: Esta geração tem uma grande responsabilidade, além de administrar a opinião da geração antiga, ainda é cabido a ela influenciar a futura. Uma administração entre o passado e o futuro, sem prejudicar a obra atual. Pv. 22.6, Dt. 11.19. Esta geração precisa manter sobre tudo o respeito em práticas e ensinamentos.
Futuras: Não se trata uma geração que será a continuidade de nosso suor com pau e pedra, mas sim com ensinamentos moderados respeitosos e que possa edificar. Lc. 2.52. Nossos filhos são o reflexo daquilo que somos, e eles precisam de nossos exemplos e vivencias que venham construir e não destruir. Sl. 144.12. Afinal, eles não são nossos inimigos. Ef. 6.12. Esta geração precisa estas pronta a aprender e respeitar. Tg. 1.19-20
  • A necessidade das mudanças. Toda mudança cria um ambiente de perda, mas que na realidade chama-se transformação 2° Co. 5.17b.  A palavra não muda com o tempo, mas a tecnologia e as mentes, devido à realidade cultural da época estão em constantes modificações. Em Ec. 12.1. Sinaliza a importância do comprometimento na obra ainda jovem, pois virão dias que as forças se vão. Sl. 71.18, Pv. 20.29. Sendo assim a necessidade de renovação das gerações.  Até mesmo os métodos de linguagem, ensino e de aprendizado estão em constante desenvolvimento de atualizações. Is. 43.17-18, Fp. 3.13. O que não muda é a essência do Espírito Santo e o teor da palavra de Deus em nossos corações o que não podemos deixar faltar é a reverencia, ordem e a decência. 1° Co 14.40.
Conclusão:
Sobre cada geração esta colocada responsabilidades de sucesso uma para a outra, para a antiga a responsabilidade da temperança Cl. 3.21, a atual em ensinar para o futuro da igreja nossos filhos e jovens que serão a nossa continuidade na terra, e a futura geração entender que tudo que as gerações anteriores desejam, é o amadurecimento e o crescimento Espiritual. Tt. 2 1-10.

 “TUDO PASSA, MENOS A PALAVRA DE DEUS”. Isaias. 40.8.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...