quarta-feira, 16 de maio de 2012

Palavra pastoral de 16 de Maio de 2012.



NADABE E ABIÚ
TEXTO DE REFERÊNCIA: Êx. 28. 1-4.
Introdução:
O texto bíblico em referência traz após a saída do povo do Egito, uma nova forma de como seria a vida sacerdotal. (no pós-cativeiro após a nova aliança através dos dez mandamentos), Aqui Deus separa Arão e seus filhos para ministrarem no templo e assim exercerem esta função de forma hereditária... Era um privilégio para eles. O trabalho sacerdotal tinha como incumbência tais como, oferecer sacrifício, manutenção das lâmpadas, pão e incenso no santuário, ensinar a lei ao povo, e outros afazeres, sempre primando à santidade de Deus.
  • Algo perturbador acontece. Aqui estavam dois homens separados, escolhidos e consagrados por Deus a exercerem o sacerdócio, mas de forma perturbadora, algo estranho aconteceu...  Lv. 10.1-2.
  • O que saiu errado? O único erro deles foi de sacrificar a Deus, o que ele não pediu... O sacrifício na época tinha que ser feito conforme a exigência que Deus, fazia de tempo a tempo, ou nos sacrifícios anuais programados, ou seja, não se sacrificava quando se bem queria. A busca de uma vaidade sacerdotal levou-os a morte. Lv 10.3
  • Vivendo a vontade de Deus. Ainda hoje encontramos pessoas desta forma na casa de Deus, que fazem coisas sem antes buscar uma direção e orientação de Deus. A vontade de Deus é a que deve prevalecer. Alguns dizem que fatos como este não acontecem mais... Engano nosso, a palavra é a mesma a diferença esta no final, em não se ter uma morte como esta, mas de perder a sua salvação... O fato de sermos Pastores, obreiros ou líderes, não significa que o que fazemos para Deus esta sendo aprovado por Ele, mas o que realmente importa é a nossa submissão a sua vontade e a preocupação de exercer o ide de Deus em nossas vidas. Seja na Lei ou na Graça, a vontade de Deus é a que prevalecerá... Hb. 2. 1-4.
Conclusão:
Um tratamento de forma conveniente é necessário ainda hoje a respeito de Deus. Não podemos esquecer que a magnificência de Deus é verdadeira até os dias de hoje. Deus ainda é tão santo como ele era nos tempos do velho testamento. É obrigação nossa, tratá-lo com honra, glória e louvores... Hb. 12. 28,29. Gl. 1.10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AS DUAS ÁRVORES

Texto de referência: Jo. 15.1-22. Introdução: A natureza, e tudo que existe em sua volta, são constantemente apresentadas e co...